Associação

Católica do Porto

A Associação Católica do Porto é uma associação privada de fiéis constituída em 1872, sob inspiração, entre outros, de Francisco de Azeredo Teixeira de Aguilar, 2.º Conde de Samodães, e de Roberto Guilherme Woodhouse, e que visa a divulgação da doutrina da Igreja Católica, bem como da cultura católica, nomeadamente na perspetiva da ação dos fiéis no cultivo dos direitos humanos e dos valores perenes do Cristianismo, aplicando nas estruturas civis a mundividência cristã e procurando enformar a ordem temporal com o espírito cristão.

A Associação Católica do Porto tem personalidade jurídica, canónica e civil, nos termos da Concordata entre a Santa Sé e o Estado Português.

Objetivos

(Artigo 2.º dos Estatutos)

(a) Aprofundar, difundir e aplicar a doutrina da Igreja Católica à vida em sociedade e às instituições laicais empenhadas em promover a paz social, o desenvolvimento; os princípios da mundividência cristã e os valores do Evangelho;

(b) Estudar, desenvolver e difundir o conhecimento dos princípios da ética, da moral e da doutrina social da Igreja;

(c) Promover e apoiar iniciativas de solidariedade em diálogo com intelectuais, artistas, trabalhadores, empresas, associações e movimentos empenhados em objetivos de bem comum, de paz, progresso humano e social, equilíbrio ambiental e ecológico e de valorização do património histórico, material e imaterial do povo português.